01/07/11

COMUNICADO IMPORTANTE AOS NOSSOS ALUNOS










  Gostaríamos de pedir desculpa a nossos queridos alunos,principalmente aqueles que nos cobram atualizações do blog, infelizmente não disponibilizamos de dinamizadora do LIE, mas acreditamos que este problema será resolvido em breve e desde já pedimos a colaboração daqueles que se interessarem em nos ajudar como monitores, precisamos muito do apoio de vocês!

07/08/10

EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS




Novos alunos do "Moysés"

A turma da EJA começou suas aulas no dia 02 de agosto de 2010, este é o primeiro ano que acontece em nossa Escola esta modalidade de ensino, que funciona no turno noturno com as seguintes turmas: 1º "A", "B", 1º "C", 2º "A" e 3º "A".

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é a modalidade de ensino[1] nas etapas dos ensinos fundamental e médio da rede escolar pública brasileira que recebe os jovens e adultos que não completaram os anos da Educação Básica em idade apropriada por qualquer motivo (entre os quais é freqüente a menção da necessidade de trabalho e participação na renda familiar desde a infância). No início dos anos 90, o segmento da EJA passou a incluir também as classes de alfabetização inicial.

No Brasil, o campo consolidou-se com influência das idéias do educador Paulo Freire e em forte relação com o movimento de educação popular.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Educação_de_Jovens_e_Adultos

24/07/10

Projeto contra a dengue


Professor Leandro e alunos do 7º "A" executando o Projeto contra a dengue.

O QUE É DENGUE

"A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae e é transmitida através do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo vírus. Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública de todo o mundo.
Tipos de Dengue

Em todo o mundo, existem quatro tipos de dengue, já que o vírus causador da doença possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.
No Brasil, já foram encontrados da dengue tipo 1, 2 e 3. A dengue de tipo 4 foi identificada apenas na Costa Rica.

Formas de apresentação

A dengue pode se apresentar – clinicamente - de quatro formas diferentes formas: Infecção Inaparente, Dengue Clássica, Febre Hemorrágica da Dengue e Síndrome de Choque da Dengue. Dentre eles, destacam-se a Dengue Clássica e a Febre Hemorrágica da Dengue.
- Infecção InaparenteA pessoa está infectada pelo vírus, mas não apresenta nenhum sintoma. A grande maioria das infecções da dengue não apresenta sintomas. Acredita-se que de cada dez pessoas infectadas apenas uma ou duas ficam doentes.
- Dengue ClássicaA Dengue Clássica é uma forma mais leve da doença e semelhante à gripe. Geralmente, inicia de uma hora para outra e dura entre 5 a 7 dias. A pessoa infectada tem febre alta (39° a 40°C), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjôos, vômitos, manchas vermelhas na pele, dor abdominal (principalmente em crianças), entre outros sintomas.
Os sintomas da Dengue Clássica duram até uma semana. Após este período, a pessoa pode continuar sentindo cansaço e indisposição.
- Dengue Hemorrágica A Dengue Hemorrágica é uma doença grave e se caracteriza por alterações da coagulação sanguínea da pessoa infectada. Inicialmente se assemelha a Dengue Clássica, mas, após o terceiro ou quarto dia de evolução da doença surgem hemorragias em virtude do sangramento de pequenos vasos na pelo e nos órgãos internos. A Dengue Hemorrágica pode provocar hemorragias nasais, gengivais, urinárias, gastrointestinais ou uterinas.
Na Dengue Hemorrágica, assim que os sintomas de febre acabam a pressão arterial do doente cai, o que pode gerar tontura, queda e choque. Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte.
- Síndrome de Choque da DengueEsta é a mais séria apresentação da dengue e se caracteriza por uma grande queda ou ausência de pressão arterial. A pessoa acometida pela doença apresenta um pulso quase imperceptível, inquietação, palidez e perda de consciência. Neste tipo de apresentação da doença, há registros de várias complicações, como alterações neurológicas, problemas cardiorrespiratórios, insuficiência hepática, hemorragia digestiva e derrame pleural.
Entre as principais manifestações neurológicas, destacam-se: delírio, sonolência, depressão, coma, irritabilidade extrema, psicose, demência, amnésia, paralisias e sinais de meningite. Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte."

http://www.combateadengue.com.br/

ARRAÍA DO "MOYSÉS"









Como acontece todos os anos, mas uma vez nossa festa junina foi um sucesso, com várias apresentações de grupos locais e o grupo de dança de Santa Bárbara além de uma ótima praça de alimentação conseguimos garantir a alegria de todos.
Obrigado a todos que puderam nos prestígiar com sua presença e principalmente a todos os funcionários e alunos que se empenharam ao máximo para conseguir esta grandiosa festa.
UM POUCO DE CULTURA
Origem da Festa Junina

"Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.
De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).
Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.
Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas."
www.suapesquisa.com/musicacultura/historia_festa_junina.htm






Curso de Capacitação para Gestores









Neste ano de 2010 nossa secretária Adriana de Fátima e a vice-diretora Samya Paula participaram de um curso de capacitação para o grupo gestor, no ano passado a diretora Helena também passou por este curso, com isto nossos gestores puderam ampliar seus conhecimentos favorecendo ainda mais o sucesso de nossa escola.



23/07/10

PROJETO HORTA ESCOLAR

" Neste ano mudamos o local da horta, assim sendo no mês de fevereiro aconteceram à escolha do novo local, o fechamento do mesmo com tela, a cobertura com sombrite, o encabamento das ferramentas (pás, enxadas, enxadões e rastelo), bem como a afiação dos mesmos.

O referente projeto consta com a participação direta de 50 alunos desta escola, sendo alguns alunos do 8º ano "C" vespertino, 9º ano "A" e "B" matutino. E com a participação indireta dos demais alunos da escola, dos funcionários e comunidade local, pois os mesmos colaboram com doações de matéria orgânica (esterco de vaca, galinha, cavalo, cascas de café, arroz e serragem); sementes e mudas para serem plantadas, urina de vaca (para ser utilizada como inseticida natural no controle de pragas); irrigações, afiações e reparos em algumas ferramentas.

começamos o plantio no inicio de março, assim sendo nos mês seguintes realizamos a semeadura de sementes e o plantio de mudas, tais como cenoura, beterraba, berinjela, jiló, alface, mostarda, rúcula, rabanete, cebolinha, couve, salsinha, manjericão , pimenta e colhetas das hortaliças já desenvolvidas. Diariamente realizamos a irrigação das hortaliças e nos dias de atividades os tratos culturais." (Relatório escrito pela prof.º Lúcia Vieira ao SRE de Trindade)



A criação da horta escolar trouxe muitos benefícios para nossos alunos, garantindo a energia e os nutrientes necessários para o seu crescimento e desenvolvimento, assim conseguimos um melhor desempenho escolar além de evitar hábitos alimentares inadequados que podem trazer prejuízos à saúde por toda a vida.

Projeto coordenado pela
professora de ciências Lúcia Vieira da Silva Rocha


XIV Romaria da terra as águas

Além de Participar da Romaria todos se uniram e trabalharam o dia todo na praça de alimentação montada na porta da Igreja Matriz e no Lago do Sol. Assim atendemos as necessidades dos Romeiros e conseguimos arrecadar fundos para começar a construção de mais uma sala em nossa escola.


"Mais de 5 mil romeiros e romeiras caminharam nas ruas de Anicuns, sábado, 05 de junho, durante a 14ª Romaria da Terra e das Águas,realizada pela Comissão Pastoral da Terra – Regional Goiás e a Diocese de São Luís de Montes Belos, com participação de romeiros e romeiras de toda parte do Regional Centro Oeste da CNBB para celebrar este grande momento de fé e luta. Os romeiros fizeram uma concentração na praça da Matriz e caminharam até Lago do Sol, onde aconteceu uma Missa Celebrada pelo Bispo da Diocese de São Luis de Montes Belos, Dom Carmelo Scampa. Na manifestação dos romeiros na praça da Matriz, o presidente interino da FETAEG, José Maria de Lima, denunciou a prática do trabalho escravo no meio rural, e fez referência aos 99 trabalhadores rurais que foram resgatados em Joviânia na última semana. Dirigentes dos Sindicatos de Anicuns, Dorvelândia, Goianira, Acreúna e Ceres, participaram da celebração. O propósito da Romaria é denunciar as práticas de destruição do Cerrado e dos povos que vivem nele, os sem-terra, sem água, sem moradia, sem saúde, sem educação, sem trabalho, sem oportunidade de vida digna, os escravos, e anunciar um outro caminho, de comunhão com o meio ambiente, de justiça no campo, de Reforma Agrária, de Liberdade. A próxima Romaria da Terra e das Águas acontecerá em 2012 em Uruaçu."

22/07/10

Desfile Cívico em comemoração ao ANIVERSÁRIO DE ANICUNS













MAIS FOTOS PODEM SER VISTAS NO ORKUT DA ESCOLA


Neste ano nosso desfile mostrou um pouco mais de nós, apresentamos alguns dos projetos executados em nossa escola, assim toda população anicuense pode ver um resumo de nosso trabalho; finalizamos com a apresentação do seguinte texto:

Em uma época marcada por grandes transformações mundiais, no dia 13 de março de 1978, surgia na cidade de Anicuns uma nova instituição de ensino a “ESCOLA ESTADUAL MOYSÉS PEREIRA PEIXOTO”, homenageando um pioneiro desta cidade. No início do seu funcionamento dispunha apenas da 1ª fase do ensino fundamental.
No decorrer dos anos esta Unidade de Ensino passou por uma ampliação na estrutura física e nos anos seguintes, com recursos comunitários foram construídas uma sala para biblioteca escolar e outra para (LIE) laboratório de informática educacional aperfeiçoando tanto a parte física quanto a pedagógica.
Atualmente a escola está sob a direção da Professora Helena de Souza Machado Castro e encontra-se funcionando o Ensino Fundamental do 4º ao 9º ano. E estamos com matrículas abertas para a EJA 3ª Etapa (ensino médio) que iniciará em agosto de 2010 no turno noturno. A unidade escolar conta com seis salas de aulas com média de 33 alunos por sala, totalizando 395 alunos nos dois turnos.
Contamos com uma equipe de funcionários participativos. Que trabalham com amor e responsabilidade assim sendo contribuindo para um fazer pedagógico de sucesso.
A equipe escolar ainda agradece a todos pela confiança da comunidade local em nosso trabalho.



IV FEIRA DE CIÊNCIAS (2010)

No dia 16 de abril aconteceu em nossa
Escola a IV Feira de Ciências entitulada:

PEQUENAS ÍDEIAS

GRANDES INVENÇÕES


Todos os alunos se envolveram neste projeto, participando com entusiasmo e animação, criando assim ótimos inventos, Além das criações feitas pelos alunos do Ensino Fundamental (2º fase) nossas crianças (4º e 5º ano) trabalharam suas criações através da reciclagem, criando vários brinquedos. Tivemos também amostra de artes com as pinturas feitas por nossos alunos, apresentando a toda a comunidade local a criatividade de todos os nossos alunos.






Algumas alunos com suas criações

Coletânea das salas

de exposições

e

mural

IV MOSTRA DE CONHECIMENTO CULTURA E ARTE

"A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realiza neste mês de junho a 4ª Mostra de Conhecimento, Cultura e Arte e 16ª Feira de Ciências para apresentar ao público os projetos de Artes Visuais, Ciência e Tecnologia, e Educação Ambiental desenvolvidos nas escolas estaduais. Cada um desses projetos é resultado do interesse e envolvimento de estudantes e professores que, imbuídos de curiosidade, criatividade e disposição, dedicaram-se a uma pesquisa que poderá agora ser compartilhada com outras escolas e também com o público em geral.Além dos 68 projetos desenvolvidos nas escolas estaduais, o evento vai oferecer ao público laboratórios de mídias e produção de texto, física, química e biologia, matemática, educação ambiental, robótica, informática, rádio e línguas, oficinas em diversas áreas, como música, artesanato, saúde e comportamento, além de um palco onde serão apresentados vários espetáculos de teatro, música e dança. Toda a programação reflete as mudanças que a Secretaria de Estado da Educação vem implementando na rede pública para fortalecer uma concepção integrada de educação."

Pesquisando na internet sobre aparelhos de ar condicionado e as peças que o compõe, Guilherme Barbosa de Souza, 12 anos, estudante da Escola Estadual Moysés Pereira Peixoto, em Anicuns, descobriu que poderia montar seu próprio aparelho com uma lata vazia de óleo de cozinha e gelo.Orientado pela professora de Artes, Arcilene José Costa, o estudante do 8º ano reproduziu um sistema de resfriamento de ar utilizando apenas materiais recicláveis, como lata, CD ou DVD e um cooler, ou ventilador de CPU de computador.Assim com o ar condicionado de Guilherme, a 4ª Mostra de Conhecimento, Cultura e Arte apresenta ao público mais 67 projetos de escolas de todo o Estado em que estudantes exercitam, com a orientação dos professores, a sua criatividade, preocupação com as questões ambientais e compromisso com a comunidade da qual fazem parte.



Ocorreu um erro neste gadget